FONTE: DIÁRIO DE SOROCABA – 02/04/2013

Belíssima exposição de vestimentas sacerdotais prossegue até 30 de abril no Espaço Cultural `São Bento´

Belíssima exposição de vestimentas sacerdotais prossegue até 30 de abril no Espaço Cultural `São Bento´
Destacando que a fé sempre inspirou a arte também nas vestes sagradas, o abade do Mosteiro de São Bento, de São Paulo, dom Mathias Tolentino Braga, OSB, deu uma verdadeira aula sobre como ao correr dos séculos a Igreja se ocupa de preservar as mais diferentes manifestações artísticas, sobretudo sagradas, como patrimônios importantíssimos para o resgate e conhecimento de nossa civilização ao inaugurar ontem pela manhã, no Espaço Cultural “São Bento”, no casarão do largo de São Bento, 144, ao lado do Mosteiro, a Exposição “Vestes Sagradas”. A mostra, que fica aberta ali à visitação pública até 30 de abril, diariamente das 10 às 19 horas, apresenta um dos mais expressivos acervos de paramentos litúrgicos de que se tem conhecimento, sobretudo, na América Latina, resgatando peças dos séculos XVI, XVII, XVIII e XIX principalmente de países andinos. Logo à entrada chama a atenção, por exemplo, uma rústica casula que missionários usavam para celebrar a missa e outros ofícios sagrados entre povos indígenas do Peru.
 
O acervo, pertencente a sra. Maria Laura Correia, artesã portuguesa que trabalha com a arte de bordado litúrgico desde os anos 60, começou a ser formado a partir de peças em desuso com as reformas conciliares introduzidas pelo Vaticano II também nas vestimentas litúrgicas que passou a ganhar, visto que já se dedicava a bordar casulas e outros paramentos religiosos. A exposição que agora está em Sorocaba, depois de passar inclusive pelo Rio de Janeiro, onde esteve montada neste início do ano em dependências do Museu Histórico do Forte de Copacabana, foi montada com esse acervo de Maria Laura como iniciativa da D&A – Decorações e Artesanato Litúrgico, de São Paulo, empresa de propriedade de Maria Laura e da espanhola Trinidad Sanjose Mitjans, inicialmente para ser mostrada no Museu de Arte Sacra de São Paulo, um dos mais importantes do Brasil, instalado no antigo Convento/Recolhimento da Luz, edificado por Santo Frei Antônio Sant´Ana Galvão. De Sorocaba, deverá seguir para outras capitais, inclusive Brasília.
 
Das mais concorridas já foi a inauguração ontem da mostra. O padre Reinaldo Barbosa, da Paróquia de Santa Rosália, outro profundo conhecedor do tema `vestimentas sacras´. Representou no ato o arcebispo metropolitano de Sorocaba, dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues. Estiveram presentes ainda dom José Carlos Camorim Gatti, OSB, monge responsável pelo Mosteiro beneditino de Sorocaba; o padre Wilson Roberto da Silva, da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, do bairro do Campolim, e o secretário municipal de Cultura, José Simões de Almeida Júnior.
 
EXPOSIÇÃO INÉDITA EM SOROCABA – Também durante este ato inaugural da Exposição “Vestes Sagradas”, o professor Luiz Almeida Marins Filho, diretor do Espaço “São Bento”, voltou a lembrar que a mostra, inédita em Sorocaba e mesmo se nossa Arquidiocese – diga-se de passagem – possui um dos maiores e mais ricos acervos de arte sacra do interior do País, incluindo paramentos e outros objetos litúrgicos, contêm antigas peças do vestuário utilizado pelos sacerdotes nas celebrações religiosas, em uma evidência da interação entre arte, história, liturgia e teologia. “O objetivo é levar os visitantes a descobrir por trás do material o espiritual; a encontrar, a partir do sensível, o transcendente, e a usufruir do prazer da sensibilidade artística deslumbrada pelo belo”, acentuou o professor, pontuando ainda tratar-se de uma exposição inédita por também reunir culturas e influências, colônias que com sua arte e sua espiritualidade foram muito além do legado dos colonizadores. “Esta história merece ser contada e admirada para fortalecer o pioneirismo e a criatividade do nosso povo”.
 
Em meio as vinte e tantas casulas históricas selecionadas do acervo da D&A selecionadas para ocupar neste período as salas do Espaço Cultural “São Bento”, chama atenção também uma não tão antiga assim, mas confeccionada em 2007 pela empresa de paramentos litúrgicos para ser utilizada pelo papa Bento XVI quando da abertura da assembleia geral do Celam (Conferência do Episcopado Latino-Americano e do Caribe) em Aparecida. Na realidade, eram duas similares, mas uma Bento XVI pediu como presente e levou a Roma. “Para surpresa nossa, vimos o papa Francisco utilizando-a na celebração da missa que presidiu ao lado dos cardeais na Capela Sistina no dia seguinte à sua eleição”, comemora Trinidad, da D&A – Decorações e Artesanato Litúrgico.
 
SERVIÇO – A Exposição “Vestes Litúrgicas” é uma promoção conjunta da ACELF (Associação Cultural para o Estudo do Lar e da Família), juntamente com o Espaço São Bento. Os ingressos, assim, custam (em benefício das atividades da ACELF) – idosos e estudantes, R$5,00. Escolas e visitas programadas têm entrada franca, acompanhada de dirigentes e professores. Mais informações no local ou pelo telefone (15)8122-0129.
 
Ver matéria original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *